Artigos Técnicos

Conferente uma importante peça na ingrenagem do armazém. O que você está fazendo para atrair e reter bons profissionais?


Artigo escrito por Marco Antonio Oliveira Neves, Diretor da Tigerlog Consultoria e Treinamento em Logística Ltda

Vivemos um momento difícil no que se refere à gestão de pessoal em armazéns. Está difícil atrair e reter os melhores talentos. Muito disso, devido ao crescimento econômico, mas parte também pela falta de bons profissionais no mercado. O desequilíbrio entre a oferta e a demanda tem encarecido essa mão-de-obra. Isso, somado à maior qualificação dos profissionais, em função do acesso às universidades, colabora ainda mais para o aumento dos custos com funcionários. Já não é novidade encontrarmos líderes operacionais, conferentes, operadores de empilhadeira e até auxiliares de operação com o terceiro grau concluído ou em fase de conclusão; em alguns casos mais raros encontramos até profissionais com pós-graduação.

Diante da escassez de profissionais, as empresas, em um primeiro momento, reduzem as exigências mínimas para o cargo e flexibilizam seus critérios de recrutamento e seleção; em um segundo momento são obrigadas a rever salários e o plano de benefícios. Por fim, em um terceiro momento precisam desenvolver um plano de cargos e salários e sistemas de remuneração variável.

Encarregados, líderes operacionais, conferentes, pickers, operadores de empilhadeiras, auxiliares operacionais... afinal em qual função devemos direcionar nossos esforços?

Não existe cargo ou função mais ou menos importante em uma operação de movimentação e armazenagem de materiais; podemos considerar todas igualmente importantes, mas sem dúvida alguma, os conferentes desempenham um papel primordial no tocante à acuracidade das informações, produtividade nas docas e nível de serviço aos Clientes.

Pelas mãos e sob os olhos atentos dos conferentes passa tudo aquilo que entra e sai de um armazém. Trata-se de uma difícil profissão, que não permite falhas ou descuidos, pois qualquer erro poderá se traduzir em enormes prejuízos para Fornecedores, Clientes internos e externos.

Conferentes precisam reunir qualidades imprescindíveis até para os mais altos escalões em qualquer área. Devem, acima de tudo, ser extremamente honestos. A essa importante virtude, complementamos com disciplina, rigor, capacidade analítica, flexibilidade, etc.

Tamanha importância raramente é reconhecida pelas empresas. Embora exerçam atividades que exigem altíssima responsabilidade e confiança, não recebem formação adequada e acabam aprendendo no dia-a-dia, em meio a erros e acertos. É um aprendizado difícil e doloroso, e que muitas vezes implacável, que resulta na demissão desses profissionais!

Faltam bons conferentes no mercado. Se você conta com um ou mais bons profissionais na sua empresa, faça o possível e o impossível para retê-los. Custará muito caro a reposição de um profissional de boa qualidade.

E o que pode ser feito nesse sentido?

Invista em treinamento, seja para a capacitação ou reciclagem desses profissionais. Afinal, qual foi a última vez em que seus conferentes participaram de um treinamento?
Ofereça a esses profissionais todas as ferramentas necessárias para o bom desempenho de suas atividades, seja em infra-estrutura física, pessoas ou tecnologia da informação.

Estabeleça um canal de comunicação com toda equipe operacional. Ouça os seus colaboradores, reflita em conjunto com eles e identifique oportunidades de melhorias. Incentive-os a buscar soluções criativas e de fácil implantação.

Certifique-se que a liderança formal desempenha um papel adequado junto à equipe. Caso contrário, isso poderá gerar um gigantesco problema e produzir resultados altamente indesejáveis.

Defina indicadores de desempenho e metas. Capacite a sua equipe a buscar a melhoria contínua através das tradicionais ferramentas da Qualidade Total, como o PDCA, 5W2H, Diagrama de Ishikawa, Brainstorming, Cinco Porquês, etc. Comemore os resultados alcançados e premie a sua equipe.

Agindo dessa forma, você poderá reter seus melhores profissionais e desenvolver sucessores capazes de manter ou até melhorar o nível de serviço atual. Boa sorte!



Telefone: +55 11 2694-1391 | marcoantonio@guepardologistica.com.br
Guepardo Consultoria em Logística | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento:
empresas do grupo:
TigerlogNet Logística